Vibrador Ponto G Horny Honey

  •  
  •  
  •  
  •  
Vibrador Ponto G Horny Honey - Imagem 1    
Vibrador Ponto G Horny Honey - Imagem 2    
Vibrador Ponto G Horny Honey - Imagem 3    

* Clique na imagem para ampliar

Variação de Preco:

R$16,08 a R$499,90

Sexônico

Horny honey G-Spot Vibe

17 cm de comprimento x 3,5 cm de diâmetro (segundo o fabricante)

HottProducts Unlimited

  •  
  •  
  •  
  •  

Poderes

 

Até agora, o Vibrador Ponto G não demonstrou possuir poderes relevantes...

 

Desvantagens

 

O produto não é eficiente ao que se propõe. Apesar disso, pode render brincadeiras embaixo d´água.

 

Conclusão

 

Na hora de comprar um produto erótico para ter prazer a sós, ou inventar brincadeiras a dois (ou a duas, a três, a quatro...), experimente os Vibradores em formato de cápsula, ou renda-se aos prazeres proporcionados pelo incrível Rabbit!

 

 

Testando...

Lançamos o Desafio Ponto G: por favor, se alguém realmente já comprovou a existência do tão procurado Ponto G da mulher, envie-nos seu depoimento. Isso deve ter sido um acontecimento na sua vida!

 

Sabe aquela velha história: “não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem”? Pois eu passei a duvidar seriamente da existência do Ponto G depois que testei o Vibrador Ponto G em várias ocasiões diferentes. O modelo que me enviaram é à prova d´água, fato comprovado logo na primeira lavagem do produto. Apesar de ser necessário acoplar 2 pilhas pequenas em seu interior antes que ele comece a vibrar (são 3 intensidades diferentes, mas sempre contínuas), a vedação entre a tampa e o vibrador é perfeita: a parte interna não foi molhada em nenhuma das vezes que mergulhei o produto na água. Assim sendo, você pode lavar toda a superfície com vontade que as gotas não entram na parte “elétrica” do brinquedo.

 

Aliás, pode colocar na banheira e embaixo do chuveiro que também não haverá danos. Confesso que minha paciência com esse vibrador foi bem pequena... Por isso, não passei horas experimentando o produto embaixo d´água, porque foi bem decepcionante perceber que nem assim ele foi capaz de mostrar seus poderes! Além disso, o fabricante recomenda que seja usado preservativo com esse produto. Melhor seguir a orientação, pois dia desses ouvi a história de que certos materiais usados na fabricação de produtos eróticos podem causar câncer. Por via das dúvidas, vesti o brinquedinho com a capa protetora, o que deixa tudo bem desconfortável. Ou alguém aí nunca agradeceu por não ter que se preocupar com as doenças enquanto está se divertindo com um brinquedinho erótico dos bons?!

 

Mas nem tudo são críticas ao vibrador que deixou a desejar. O material com que é feito – seda aveludada, segundo indicado pelo fabricante – tem realmente “toque suave e prazeroso”, como prometido na embalagem. A espessura também é bem confortável, assim como o comprimento, que nos ajuda a segurar o vibrador anatomicamente enquanto ele mostra do que é (ou, no meu caso, não é) capaz.

 

Juro, em mim não funcionou! Sei lá, não fez nem cosequinhas. Nada! Perdoem-me inventores do Vibrador Ponto G, mas os dedos em qualquer preliminar causam efeito muito mais devastador nas minhas zonas erógenas do que o brinquedo erótico desenhado com tanto esmero para atingir justamente o ponto mais estimulante do universo: o G.

 

Ou eu não tenho isso (o que é lamentável), ou isso é uma construção do imaginário coletivo. De tanto falarmos sobre o tal Ponto, ele passou a ser relevante em nossas vidas. E descobrir sua total inexistência é bem triste.

 

Se você tem provas de que possui o Ponto G, não hesite em relatar sua experiência com vibradores especiais para tocá-los, ou com qualquer outro artifício que tenha chegado até lá.

 

Consideraremos como provas do despertar do Ponto adormecido suas sinceras palavras. Obrigada!

  •  
  •  
  •  
  •  
comments powered by Disqus