Creme Lubrificante Excitation HotFlowers

  •  
  •  
  •  
  •  
Creme Lubrificante Excitation HotFlowers - Imagem 1    

* Clique na imagem para ampliar

Variação de Preco:

R$11,64 a R$11,64

Lilica & Rafa

7 gramas

  •  
  •  
  •  
  •  

Poderes

 

Aquece a região vaginal e o clitóris; facilita a excitação.


Desvantagens

 

Para quem não gostar, o cheiro de cravo que fica no ar (e especialmente nos dedos de quem aplica o produto) pode incomodar um pouco.



Conclusão

 

Cumpriu bem o prometido, e até mesmo superou um bocado as expectativas! Aprovado tanto por ele, quanto por ela.

 

Testando...

 

Uma noite antes da Lilica ir viajar, resolvemos testar um produto novo para uma "despedida". O escolhido foi o "Excitation", creme excitante feminino. Não sabíamos exatamente o que esperar dele, dada a descrição meio genérica de "lubrificante e excitante", mas fomos ao teste mesmo assim.

 

Antes de iniciar a relação, apliquei o produto no clitóris, lábios vaginais e na vagina. Espalhei bem e quase imediatamente houve resposta da parte dela, dizendo que estava sentindo a região esquentar. Apesar dela também ter manifestado receio de que o produto fosse esquentar demais (algo que ela não gosta), o produto parece não ter "passado do ponto". Também pude perceber que o produto tem um aroma que lembra cravo e que continuei a sentir até o final do ato.

 

Passamos aos beijos e carícias e resolvi começar estimulando com os dedos o clitóris dela. Procurei a abertura do canal vaginal para pegar um pouco da lubrificação para me ajudar na tarefa e notei que parecia haver um pouco menos que o habitual. A estimulação com os dedos pareceu surtir um efeito muito bom e não tardou muito para que ela estivesse visivelmente sentindo prazer. Segundo ela, a "massagem" na região provocou um pouco mais de aquecimento no local. Resolvi passar para a penetração sem deixar de masturbá-la. Pude notar que o creme provocou diferença na textura que sinto quando a penetro. Por um instante cheguei a achar que meu pênis tivesse escorregado e não tivesse entrado. Mas ao penetrar novamente, com mais cuidado, pude me certificar de que ele entrou e que realmente a textura estava diferente.

 

Como a Lilica tem muita lubrificação, achamos que o creme alterou um pouco a sensação, pois parecia haver menos lubrificação natural, mas a penetração foi fácil. Não só a textura estava diferente, mas o interior da vagina parecia um pouco mais quente... Mas nesse momento eu estava mais concentrado em agradá-la. Continuei a masturbá-la, ao mesmo tempo que fazia movimentos suaves e lentos na penetração, e não demorou muito para que o clímax dela chegasse. Deu pra notar que o orgasmo veio razoavelmente mais rápido que a média. Segundo ela, o orgasmo além de ter vindo mais rápido, foi mais forte. Ela também teve a impressão de o clitóris ter ficado "pulsando" mesmo após a relação. O aquecimento que a incomodou um pouco, pois parecia que iria ser demasiado, ao final acabou não sendo excessivo e se mostrou persistente: a região permaneceu aquecida até o final da relação, mas sem o incômodo que ela achou que iria sentir.

 

Após uma pequena pausa, mudamos a posição: ela de quatro e eu a penetrando por trás. Pude perceber que, na verdade, não havia menos lubrificação na região, mas provavelmente a lubrificação natural dela se misturou ao creme (o que explicaria a diferença na textura que eu senti), pois a região estava bem escorregadia e foi até mesmo um pouco difícil de acertar o encaixe: eu acabava escorregando pra fora da abertura do canal vaginal. Nessa posição pude confirmar a textura diferente, que tornou a penetração de certa forma mais interessante: não escorregava tanto quanto com a lubrificação natural, mas não a tornava difícil. Também confirmei o leve aquecimento da região, que para nós, homens, também é bem legal de ser sentido.

 

Apesar de ser um excitante feminino, o creme acaba sendo interessante também para o homem. Resultado: para ela o creme aquece e excita, facilitando a obtenção do orgasmo e funcionando bem também para a masturbação, podendo então ser usado por mulheres solteiras ou em relações homossexuais; para ele o lubificante umenta de leve a sensação de calor da vagina e muda a sensação de textura da mesma durante a penetração. Para ambos, o produto muda a sensação causada pela penetração, a sensação de "deslizar" é amenizada sem tornar difícil a penetração.

 

Em alguns momentos lembrou um pouco até o efeito dos géis que causam contração da vagina. Um pequeno "efeito colateral": sensação de pernas bambas ao final do uso, tanto para ele, quanto para ela!

  •  
  •  
  •  
  •  
comments powered by Disqus