Bolinhas com Óleo Corporal Beijável Inside

  •  
  •  
  •  
  •  
Bolinhas com Óleo Corporal Beijável Inside  - Imagem 1    

* Clique na imagem para ampliar

Variação de Preco:

R$3,33 a R$19,90

Dani Pimentinha

2 unidades

  •  
  •  
  •  
  •  

Poderes

 

Proporciona sensações diferenciadas, excitando e estimulando o casal. Além das variadas opções de uso...


Desvantagens

 

Caso o produto escorra sobre a superfície têxtil durante ou depois de ser utilizado, a mancha causada não sairá com muita facilidade.



Conclusão

 

Vale a pena conferir, pois é um produto prático, de fácil manuseio, que proporciona sensações diferentes e excitantes, além de não ter custo elevado. Ou seja, tem ótimo custo-benefício.

 

Testando...

 

Não imaginava que eu e meu companheiro fôssemos apreciar e desfrutar de tanto prazer com um produto tão simples. Quando iniciamos a posição 69, meu companheiro colocou uma das bolinhas na boca e com a língua introduziu-a em minha vagina. Como sou muito lubrificada naturalmente, nesse momento cnão percebi o que ele tinha acabado de aprontar! Rs...

 

Depois, quando ele passou a me masturbar com os dedos (ainda na posição 69), a fricção do dedo como se fosse o pênis fez com que a bolinha estourasse, exalando um cheiro muito agradável, uma sensação gelada e muito prazerosa, além do sabor que, segundo meu companheiro, pode ser comparado ao de uma bala de menta.

 

Como eu havia sentido a sensação do “gelado” por um ângulo mais sensível, meu companheiro quis experimentar também, e dessa vez durante aquela transa gostosa! Ele introduziu a bolinha de menta que restou, e assim que a bolinha estourou ele pode provar aquela sensação maravilhosa e diferente, um “gelinho” gostoso e excitante. O detalhe é que fizemos o teste da sensibilidade tanto com preservativo, como sem ele. Nas duas situações a sensação esteve presente - mas, com toda certeza, quando sem o preservativo a sensação é muito maior e duradoura. Foi assim que descobrimos o caminho para a sexy shop e não saímos mais de lá!

  •  
  •  
  •  
  •  
comments powered by Disqus