Calcinha Comestível Sexy Hot

  •  
  •  
  •  
  •  
Calcinha Comestível Sexy Hot - Imagem 1    

* Clique na imagem para ampliar

Variação de Preco:

R$17,12 a R$40,39

Sexônico

Calcinha solúvel de gelatina "O Gato Comeu"

Sexy Hot

De acordo com o aroma do produto

Único

  •  
  •  
  •  
  •  

Poderes

 

É excelente para brincadeiras a dois, pode ser bem divertida e chega a ser surpreendente para o parceiro.

 

Desvantagens

 

Alguns sabores são realmente ruins, então é melhor pensar bem antes de escolher o modelo. Começar pelo sabor morango pode ser uma boa ideia, pois esta calcinha comestível parece ser a melhorzinha... 

 

Conclusão

 

Siga bem as orientações da embalagem, pois a calcinha comestível pode rasgar com facilidade, principalmente enquanto você tenta vestir o produto. Mais uma vez é importante salientar a importância da busca de informações sobre qualquer produto erótico para você não cair em uma furada! O brinquedo erótico errado pode transformar uma noite memorável em tempo e dinheiro perdidos.

Antes de relatar por completo as minhas experiências com a tão propagandeada calcinha comestível, vou logo avisando que cheguei a uma interessante conclusão sobre o produto: a calcinha comestível não é para comer! 

 

 

Testando...

 

Esse é o tipo de produto que realmente requer um manual de instruções. Atrás da embalagem você vai encontrar alguns desenhos que ensinam como vestir a calcinha (ajuda muito proveitosa, pois a geografia da coisa, digo, da calcinha é bem estranha...). Veja abaixo as informações disponibilizadas pelo próprio fabricante:

 

Como vestir a Calcinha Comestível
 

 

Ao abrir a caixa me deparei com um saco plástico que envolvia a calcinha - feita de gelatina, como descrito na embalagem. Aliás, ela também pode ser chamada de calcinha solúvel, muito provavelmente por ter o poder de se diluir ao menor contato com a umidade, se dissolvendo completamente com uma facilidade terrível! Para mulheres mais molhadinhas (assim como eu, modéstia à parte), o tempo de vida útil do produto é uma verdadeira piada: um rombo enorme apareceu bem no meio das minhas pernas apenas dois minutos depois de vestir a calcinha no primeiro teste do produto. A peça íntima ficou tão feia que desisti de continuar o teste... Ponto para a calcinha, zero para mim. 

 

Novas chances

No segundo teste já estava mais prevenida. Depois de tomar um bom banho, me enxuguei bem em todos os lugares, tirei todos os pensamentos eróticos da minha mente e vesti novamente a calcinha, agora com bastante cuidado... Só então consegui me apresentar ao parceiro com a bendita calcinha de menta cobrindo meu bumbum e a vagina sem ficar desmilinguida ao primeiro contato.

 

“E agora?”, pensei. Ora, mandei o gato comer. A calcinha, é claro! Afinal, trata-se de uma calcinha “comestível”. Desconfiado, ele logo se negou a ao menos provar o produto, pois odeia menta sob qualquer hipótese. Uma pena, porque o verde tinha caído tão bem em mim... Final do placar: 2 a 0 pra calcinha.

 

O teste definitivo acabou sendo adiado até que eu conseguisse outro sabor de calcinha. Pelo menos constatei uma regra importante dos relacionamentos: conhecer os gostos pessoais do parceiro em relação aos produtos eróticos mais variados ajuda muito na hora de escolher o que ele vai colocar na boca - além do óbvio, claro.

 

Inspirada para uma nova experiência com a calcinha solúvel-comestível, lá fui eu tomar banho e repetir os procedimentos de antes: secar-me bem em todas as partes, não pensar em sexo de jeito nenhum, entrar no clima e incorporar a femme fatale para inaugurar minha calcinha comestível de morango, sabor preferido do meu parceiro.

 

Vermelha, a calcinha pedia que eu entrasse de vez no clima. Resolvi vestir um baby doll da cor do pecado e apareci toda sensual com minha calcinha pronta para ser comida (a calcinha, devo lembrar mais uma vez - cuidado com os trocadilhos...). O final feliz do teste mais difícil da história ficou por conta do nosso fogo mesmo, porque o produto é intragável! Meu parceiro me garantiu que simplesmente odiou comer a calcinha. Sendo assim, 3 a 0 para ela.

 

Confesso que devo dar um desconto pro gato, afinal obriguei o coitado a mastigar, lamber, engolir e relatar o que tinha provado tim-tim por tim-tim. Tudo para testar a tal calcinha com garantia suficiente para dar o veredito: a única parte que ele adorou foi lamber lá – isso mesmo: LÁ! – enquanto a tal calcinha dava uma pitada sabor morango ao melhor tempero do mundo para os homens: o gosto de mulher.

 

Faltou tesão para chegarmos aos finalmentes com o "sexo-oral-testador-de-calcinhas-comestíveis". Porém, tivemos boas risadas de sobra! Decidi realizar um último e definitivo teste só com a língua e fui atrás de outro sabor: chocolate. Aproveitei para vasculhar a internet atrás de informações que pudessem me ajudar a não perder o companheiro de testes de calcinhas comestíveis. Mas no final encontrei apenas dicas muito vagas, comerciais ou românticas demais... De prático e aplicável havia muito pouco. Seria melhor encarar a nossa última chance com a cara e a coragem. 

 

No quarto teste, limpinha e cheirosa do banho (sem perfume em excesso, para o corpo não ficar uma loucura de aromas), sequei bem principalmente a virilha e a vagina, não fixei a mente em desejos sexuais contidos (tarefa quase impossível: preciso de um guru Zen urgente para testes de resistência como esse!), ativei minha autoestima em grau máximo (já que a calcinha marrom sabor chocolate não me caía muito bem) e mentalizei que meu companheiro é doido por cacau em forma de doce. Pronta para o ato final e seminua, me deitei delicadamente na cama para ser toda lambida. Quando o produto se dissolveu na vagina, bastou arrancar o que restava com firmeza e finalizar a performance sexual com louvor: testadora 3 x 3 calcinha.

 

Como restava fôlego e uma segunda calcinha de teste, propus fazermos a brincadeira de ver a calcinha sumir dentro da banheira. Para testar essa outra modalidade da calcinha comestível, vesti a dita cuja e mergulhei em seguida na banheira cheia de água e espuma. Quando emergi, estava completamente nua! Placar final: 10 a 0 para a testadora!!!

 

Confesso que desse jeito a calcinha solúvel é simplesmente fantástica. Depois disso foi só finalizar o dia com um segundo round de prazer. Noite memorável...

 

Confira também outros testes de Calcinha Comestível

  •  
  •  
  •  
  •  
comments powered by Disqus