Pênis em Cyber Skin® Big Boss com Escroto e Esqueleto Articulado Virtual Touch

  •  
  •  
  •  
  •  

Poderes

 

O material é macio, não arde se for usado sem camisinha, o atrito é gostoso e não machuca mesmo após alguns intensos minutos de uso, por ser grosso preenche toda a vagina e faz uma deliciosa massagem interior.


Desvantagens

Ainda não encontrei. Continuarei testando para ver se encontro alguma rsrs. Adoooroo! rsrs


Conclusão

 

Super recomendo para quem procura uma prótese peniana para apimentar os momentos a dois, a duas etc. Ao utilizar, recomendável lubrificá-lo com lubrificante à base de água. Achei desnecessário usar camisinha, desde que seja higienizado antes e depois de cada relação.

 

Descrição técnica

 

Pênis com Escroto em material cyberskin 18 cm de comprimento, 5cm de espessura cor da Pele É recomendável lavar antes e após o uso com água e sabão líquido antibacteriano. Para guardar, preferivelmente seco e enrolado em tecido ou na própria embalagem do produto.

 

Testando...

 

O universo lésbico costuma despertar curiosidade nas pessoas. Afinal, o que duas mulheres fazem na cama? É o que muitos e muitas se perguntam. Na imaginação de alguns homens, pode parecer bastante excitante duas fêmeas se pegando. Algumas mulheres acreditam que uma mulher compreende melhor a outra e sabe como tocá-la. Bem, deixando o imaginário de lado e revelando o que de fato acontece entre quatro paredes, quero satisfazer uma das maiores curiosidades que costumam povoar a mente das pessoas: Lésbicas gostam de penetração? Nem todas. As preferências sexuais do ser humano de modo geral se diferem muito e não seria diferente entre as lésbicas. Algumas de nós abominam a ideia de sentir qualquer coisa adentrando sua vagina, enquanto outras simplesmente adoram. Entre esses dois extremos de detestar e adorar, possuem muitas variantes: algumas vão gostar mais ou menos, gostar eventualmente, enfim, os gostos são muito pessoais. Vale a pena lembrar que como mulheres que somos, nossa vagina tem todas as sensações comuns ao gênero feminino, o que acontece é que algumas gostam de estímulos internos e outras não. Portanto, não há nada de errado ao ouvir uma lésbica dizendo que gosta de penetração. Outra dúvida, muito recorrente, que só os(as) mais ousados(as) costumam perguntar diretamente, é se necessariamente uma faz papel de mulher e a outra de homem na cama. Pois bem, está aí outra coisa que depende muito de como cada uma gosta de viver sua sexualidade. Há casais onde os papéis são sim definidos, uma é ativa e a outra passiva. Em outros casos, no qual me encontro, eu e minha namorada somos femininas e não estipulamos limite ao nosso prazer: ambas adoramos sentir uma a outra e entre nós rola tudo e mais um pouco do que sua cabeça (seja ela qual for) for capaz de imaginar. Agora que foi desmistificado um pouquinho do misterioso mundo lésbico, vamos ao teste do produto. O material cyberskin é delicioso. Ao apertar a prótese peniana, a sensação de toque é bem agradável, particularmente me agradou mais do que o original. Se você procura um brinquedinho erótico em formato de pênis, de longe este é o melhor material da atualidade. Eu e minha namorada já experimentamos pênis de látex (que costuma arder após alguns movimentos se for usado sem camisinha e até mesmo com), silicone (é melhor, mas ainda perde para o cyberskin) e o nosso preferidinho do momento é o Lulu, como foi carinhosamente apelidado. Ele não arde, mesmo se for usado sem camisinha. Como é macio, após repetidos movimentos ele continuou proporcionando prazer sem causar dor ou desconforto, mesmo com a diminuição da lubrificação que normalmente ocorre após alguns minutos de penetração. Quando minha namorada escolheu esse pênis, confesso que duvidei de seu potencial, achei a aparência estranha, parecia ser exagerado demais, muito grosso, não acreditava que pudesse ser bom. Para minha surpresa, o danadinho é tão gostoso que deixou minha vagina faminta e fui engolindo ele todinho. Sentia o escroto batento na portinha, o que causa muito prazer. Depois, minha namorada fez questão de me lembrar: “E você achou que não ia gostar, agora é o nosso preferido”. Também adorei penetrá-lo na minha gata. Ele ia entrando, abrindo caminho naquela xana deliciosa enquanto eu observava a cara de prazer que ela fazia. Depois de abrigá-lo inteiro lá dentro, é só caprichar nos movimentos, ora lentos e profundos, ora estocadas rápidas e mais fortes e ainda uns movimentos rápidos e curtos que são meus preferidos e que fazem culminar no orgasmo. Também vale caprichar nas reboladas enquanto ele entra e sai gostoso. As posições foram variadas: de 4, “mamãe e mamãe”, de ladinho, frango assado etc. Não experimentamos ainda para sexo anal por acharmos muito grosso, mas quem sabe com jeitinho possamos explorá-lo futuramente.

  •  
  •  
  •  
  •  
comments powered by Disqus