Masturbador Tenga Egg Stepper

  •  
  •  
  •  
  •  

Poderes

O Produto possui versatilidade e com imaginação o produto trará muito prazer ao usuário.

 


Desvantagens

Sua consistência faz com que ele se deforme com muita facilidade e na hora da excitação, ainda ter que calcular a proporção do Egg que você vai trazer até a base do pênis é meio chato.


Conclusão

 

Com imaginação o produto trará muito prazer ao usuário, quer seja a mulher ou o homem sozinhos, ou ao casal.

 

Descrição técnica

 

Ovo de silicone oco, com orifício na base. Adicionar lubrificante e encaixá-lo no pênis.

 

Testando...

 

Segundo o fabricante, os Tenga Egg são feitos no Japão, e prometem levar a masturbação dos homens a um outro patamar. Dentro da embalagem em forma de casca, você encontra uma peça de silicone que imita um ovo (até o tamanho é parecido), porém oca e com um orifício na base. Por dentro texturas que garantem um leque de sensações. Após “descascá-lo” adicione lubrificante no seu interior e o encaixe no pênis, como uma touca. Dentro da embalagem você encontra a primeira dose do lubrificante. Se adapta facilmente a qualquer tamanho e formato de pênis. Elástica, a peça oval pode ser esticada até a base do membro, e a partir daí a masturbação é feita com as mãos sobre ela. Perfeita para brincar sozinho ou a dois, já que a espessura garante sensação por dentro e por fora. Os produtos Tenga Egg são projetados para produzir um potente mas controlável prazer, sugando sem motores ou bombas, e proporcionando uma sensação indescritível de prazer solitário. Mas também possibilita que a parceira ou parceiro participe, gerando para ambos novas experiências muito prazerosas, inacreditáveis, que simplesmente não poderiam ter sem o Tenga. Possui 8 texturas diferentes: Wavy (anéis horizontais em padrão de ondas), Clicker (saliências redondas variadas), Sparkle (flocos de neve), Stepper (fatias triangulares bidirecionais), Spider (teia de aranha), Twister (linhas verticais em padrão de ventos), Silky (linhas entreleçadas) e Twinkle (luzes estelares). Cada textura possui uma coloração de embalagem diferente para facilitar a escolha. O produto tem preço acessível (variando de R$ 30 à R$ 50); vem sendo encontrado com certa facilidade no mercado; possui boa consistência e aparência; tanto o silicone quanto o lubrificante são inodoros; agrada aos homens que são um pouco mais resistentes à utilização de produtos eróticos. Seu armazenamento não requer grandes cuidados. Após o uso lavar com água, secar e guardar dentro da própria “casca” em local seco e livre do calor. Quando fui comprar o Egg levei meu marido junto. Ele gosta de utilizar os brinquedos, mas não se sente bem nas lojas. Ao ver o Egg ele se interessou por se discreto e até fez perguntas ao vendedor sobre o produto. Apesar de toda a descrição ser muito tentadora, o manuseio do Tenga Egg não é dos mais fáceis. Ao colocar no pênis o Egg se deforma a ponto de "embolar" na base do pênis. Como seu material é bem maleável, ao tracionar o Egg sobre o pênis ereto ele se estica tanto que vai ficando bem fino e "sobra" material na mão. Este fato dificulta um pouco sua utilização. Para não perder a viagem, meu marido gostou mais de utilizar o Egg em mim. Nós o viramos do avesso, expondo assim as saliências e ele utilizou o Egg para me masturbar. Passamos o gel lubrificante e com dois dedos dentro do orifício do ovo ele virou um ótimo masturbador feminino. Diante dessa intercorrência fui conversar com amigos e amigas e perguntar sobre a utilização do Tenga Egg. O que pude apurar é que as texturas Wavy e Twister são as mais gostosas e que o mesmo deve ser colocado pouco tempo antes da ejaculação, quando o pênis está bem firme. Soube também que devemos firmar a mão em formato de argola somente na base do Egg e não agarrar como um todo. Desta forma conseguimos distribuir melhor o material do Egg sobre o pênis. Ainda não consegui utilizar o Tenga Egg em casa novamente, mas vou trabalhar para um novo test drive e modificar a má impressão que o brinquedinho deixou no maridão.

  •  
  •  
  •  
  •  
comments powered by Disqus